Connect with us

Empreendedorismo

6 carreiras para quem gosta de tecnologia e internet

Prublicadas

sobre

Tempo de Leitura:6 Minuto, 7 Segundo


Especialistas listam carreiras promissoras que combinam inovação, criatividade e chance de moldar o futuro

O mercado tecnológico oferece uma gama de oportunidades profissionais O mercado tecnológico oferece uma gama de oportunidades profissionais Imagem: Smile Studio AP | Shutterstock

O universo da tecnologia e da internet está em constante expansão, oferecendo uma gama crescente de oportunidades profissionais. Conforme o relatório Future of Jobs 2023, do Fórum Econômico Mundial, quase um quarto (23%) dos empregos no mundo devem mudar nos próximos cinco anos devido à crescente adoção de tecnologias digitais e inteligência artificial.

As projeções indicam que o aumento dos empregos em ocupações de tecnologia será duas vezes mais rápido do que o crescimento geral do emprego nos EUA até 2034, segundo a CompTIA. Para aqueles que se sentem atraídos por este mundo digital, há várias carreiras promissoras que combinam inovação, criatividade e chance de moldar o futuro.

A seguir, destacamos algumas das áreas mais interessantes para quem é apaixonado por tecnologia e internet. Confira!

1. Governança de dados

A governança de dados envolve um conjunto de práticas, processos e políticas destinadas a assegurar a qualidade, a segurança e o uso ético dos dados. Com o advento da inteligência artificial (IA), esses aspectos se tornam ainda mais essenciais. Sem uma gestão apropriada, as organizações correm riscos consideráveis.

“Sem uma governança robusta, há riscos significativos de violações de privacidade e uso indevido de dados, levando a prejuízos financeiros e danos à reputação. Com regulamentações como a LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais) no Brasil e o GDPR (Regulamento Geral sobre a Proteção de Dados) na Europa se tornando mais rigorosas, as empresas precisam garantir que suas práticas de IA estejam em conformidade com essas leis para evitar sanções legais”, afirma o business development director da Keyrus, Paulo Simon.

2. Tecnologia da informação

A demanda por profissionais qualificados está crescendo exponencialmente no setor de tecnologia da informação. Um estudo da Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom) mostra que, até 2025, serão criados quase 800 mil novos postos, mas o Brasil forma pouco mais de 53 mil profissionais de tecnologia por ano – o que deve abrir um déficit de 532 mil pessoas para trabalhar na área.

Para o especialista em dados e inovação e professor de MBA da Fundação Getúlio Vargas (FGV), Kenneth Corrêa, o crescimento exponencial da demanda por profissionais qualificados na área de tecnologia da informação e análise de dados reflete a urgente necessidade de uma resposta estratégica por parte das empresas e instituições de ensino.

“O dado alarmante apresentado pelo estudo da Brasscom evidencia não apenas uma lacuna entre a oferta e a demanda de talentos, mas também um desafio fundamental para a competitividade e o desenvolvimento do país”, declara.

O mercado tem demandado cada vez mais profissionais especializados em inteligência artificial Imagem: Prostock-studio | Shutterstock

3. Inteligência artificial e robótica

A inteligência artificial e a robótica emergem como soluções primordiais. Essas tecnologias podem aumentar a produtividade, reduzir custos de produção e até mesmo criar empregos em diversas áreas do mercado. No entanto, sua implementação também apresenta desafios, especialmente no que diz respeito ao mercado de trabalho e sua aceitação.

Dados do relatório da Resume Builder revelam que 37% das empresas que usam a IA afirmam que a tecnologia substituiu trabalhadores em 2023. A mesma pesquisa aponta que 44% das empresas pesquisadas dizem que a IA levará a demissões em 2024.

“Com a IA revolucionando diversas indústrias, especialistas nessa área são responsáveis por desenvolver algoritmos e sistemas que permitem às máquinas realizarem tarefas que normalmente requerem inteligência humana, como reconhecimento de fala, visão computacional e tomada de decisões. Neste cenário, a IA tem se tornado cada vez mais promissora”, pontua o CEO da Advisor10X AgileTech e especialista em tecnologia e negócios, Antonio Muniz.

4. Marketing de dados

O conceito de marketing de dados, também conhecido como data-driven marketing, refere-se à estratégia de coleta, análise e uso de dados para direcionar ações de marketing que sejam cada vez mais eficientes, personalizadas e voltadas ao perfil e necessidades específicas de cada cliente ou segmento de clientes.

Na prática, essa abordagem tem como principal objetivo oferecer ideias valiosas e aprimorar a tomada de decisões estratégicas, visando ampliar engajamento, satisfação, retenção e, consequentemente, o retorno sobre o investimento de campanhas e ações de marketing.

Conforme Kenneth Corrêa, em uma era de crescente digitalização e mudanças radicais do comportamento do consumidor, o marketing de dados oferece o caminho para manter-se à frente, identificando tendências emergentes e entendendo as mudanças nas preferências do consumidor. “Assim, a adequação das estratégias e ofertas se torna mais ágil e eficiente. De nada adianta o produto certo, para a pessoa certa, mas na hora errada”, comenta.

Funções de desenvolvimento de software e engenharia são algumas das mais procuradas Imagem: Mix and Match Studio | Shutterstock

5. Engenharia de Software

A Engenharia de Software é a disciplina que envolve desenvolvimento, implementação e manutenção de sistemas de software. Profissionais dessa área utilizam princípios de engenharia e técnicas de programação para criar softwares que atendam às necessidades específicas de usuários e empresas.

Segundo o Bureau of Labor Statistics dos EUA, a demanda por desenvolvedores de software está projetada para crescer 25% até 2031, muito mais rápido do que a média para todas as ocupações.

“Outro estudo interessante para se analisar é o relatório da CompTIA, que revela que as funções de desenvolvimento de software e engenharia são algumas das mais procuradas no setor de tecnologia, com um aumento significativo na criação de novos empregos previstos para até o final de 2024. Este crescimento é impulsionado pela expansão contínua da economia digital e pela necessidade constante de inovações tecnológicas”, analisa Antonio Muniz.

6. E-sports

A indústria de jogos e esportes eletrônicos tem crescido exponencialmente, oferecendo diversas oportunidades. Há vagas para diversas especialidades, desde jogadores profissionais até criadores de conteúdo e gerentes de equipe. Profissionais dessa área podem se especializar em desenvolvimento de jogos, streaming e competições de e-sports.

O faturamento dessa indústria foi de US$ 184,4 bi em 2022 e chegará a US$ 211,2 bilhões em 2025, segundo a Newzoo, maior consultoria especializada nos números deste setor. Os dados são otimistas e revelam as perspectivas promissoras que estão surgindo para aqueles que buscam se especializar nesta área.

Segundo o CEO do Team Solid, Marcos Guerra, hoje o cenário de e-sports é novo e em franco crescimento. Muitas posições já estão se consolidando, porém, ainda existe ainda muito espaço para se consolidar carreiras. Por isso, ele deixa uma dica importante para quem deseja atuar neste segmento.

“Independentemente do que se propor a fazer, faça o melhor que você puder, com estudo, foco e dedicação, isso é tão importante quanto ter o ‘dom para isso’. E principalmente, se divirta durante o processo, para que quando chegar lá, seja prazeroso e não um fardo”, conclui.

Por Letícia Carvalho





Fonte: Jovem Pan

Empreendedorismo

6 dicas para se destacar no mercado de trabalho

Prublicadas

sobre

Tempo de Leitura:3 Minuto, 24 Segundo


Não basta ter diploma e experiência, é preciso saber ressaltar os pontos positivos certos

Reconhecer os seus diferenciais é uma maneira de se destacar dos concorrentes no mercado de trabalho Reconhecer os seus diferenciais é uma maneira de se destacar dos concorrentes no mercado de trabalho Imagem: Grommik | Shutterstock

Não é novidade que o mercado de trabalho e suas dinâmicas estão em constante evolução, impulsionadas por inovações tecnológicas, mudanças nas demandas dos consumidores e transformações socioeconômicas.

Mas com a chegada da Inteligência Artificial Generativa (IAG), a maneira de executar um bom trabalho será cada vez mais impactada, o que leva também a entender qual é a melhor forma de se destacar profissionalmente e conseguir as oportunidades desejadas, conforme destaca Milena Brentan, fundadora da MB People e mentora de carreiras.

A inteligência artificial generativa, que inclui tecnologias como GPT-4 e seus sucessores, já revolucionou diversas áreas, desde a criação de conteúdo até a automação de processos complexos. Segundo um estudo do Fórum Econômico Mundial, até 2025, cerca de 85 milhões de empregos podem ser deslocados pela automação, mas, simultaneamente, surgirão 97 milhões de novos empregos adaptados à nova divisão do trabalho entre humanos, máquinas e algoritmos.

Nesse contexto, a habilidade de integrar e utilizar a IAG de forma eficaz se torna um diferencial significativo no mercado. A seguir, confira algumas dicas práticas para se destacar no mercado atual!

1. Conheça os seus diferenciais

Autoconhecimento: faça uma análise profunda de suas habilidades, experiências e talentos únicos. Identifique o que você faz melhor que a maioria e como essas habilidades podem agregar valor à empresa.

Personal branding: crie uma marca pessoal forte que reflita seus diferenciais. Use plataformas como LinkedIn para compartilhar suas realizações, conhecimentos e opiniões sobre tendências do setor.

2. Utilize a IA para otimizar o trabalho

Automatização de tarefas: identifique tarefas operacionais repetitivas que podem ser automatizadas utilizando ferramentas de inteligência artificial. Isso pode incluir agendamento de reuniões, filtragem de e-mails, criação de relatórios, entre outros.

Aprimoramento de decisões: utilize a IA para analisar grandes volumes de dados e gerar ideias que possam informar suas decisões estratégicas. Ferramentas de análise preditiva podem ajudar a antecipar tendências e comportamentos de mercado.

3. Demonstre seu valor agregado

Contribuição estratégica: ao liberar tempo das tarefas operacionais, concentre-se em atividades que exigem criatividade, pensamento crítico e tomada de decisões estratégicas. Mostre como suas ações estão contribuindo para os objetivos da empresa.

Resultados tangíveis: sempre que possível, quantifique suas contribuições. Apresente resultados concretos e métricas que demonstrem seu impacto positivo na organização, como aumento de eficiência, redução de custos ou crescimento de receitas.

Participar de workshops e cursos demonstra compromisso com seu desenvolvimento profissional Imagem: Drazen Zigic | Shutterstock

4. Invista em uma capacitação contínua

Atualização profissional: participe de cursos e workshops focados em novas tecnologias e tendências do mercado. Estar atualizado demonstra compromisso com seu desenvolvimento profissional.

Habilidades híbridas: desenvolva um conjunto de habilidades híbridas que combinem conhecimentos técnicos e comportamentais. A combinação de hard skills e soft skills é cada vez mais valorizada.

5. Estabeleça um networking eficaz

Construção de relacionamentos: invista tempo em construir e manter relacionamentos profissionais. Participe de eventos da indústria, seminários e grupos de discussão online.

Mentoria e colaboração: busque mentores que possam guiá-lo no desenvolvimento de sua carreira e esteja aberto a colaborar com colegas, trocando conhecimentos e experiências.

6. Pratique a adaptação e a resiliência

Flexibilidade: esteja preparado para mudanças e novos desafios. A capacidade de se adaptar rapidamente a novas circunstâncias é uma habilidade valiosa.

Resiliência: mantenha a resiliência diante de adversidades. Desenvolver uma mentalidade resiliente ajuda a superar obstáculos e a continuar progredindo em sua carreira.

Por Milena Brentan





Fonte: Jovem Pan

Continue Lendo

Empreendedorismo

4 investimentos para aumentar os seus ganhos

Prublicadas

sobre

Tempo de Leitura:2 Minuto, 39 Segundo


Desbloqueie o potencial das suas finanças com opções inteligentes e rentáveis

Os investimentos são uma estratégia essencial para a construção e crescimento do capital profissional e empresarial Os investimentos são uma estratégia essencial para a construção e crescimento do capital profissional e empresarial Imagem: Art Genie | Shutterstock)

Investimentos são uma estratégia fundamental para a construção e o crescimento do capital pessoal e empresarial, permitindo rendimentos futuros. Contudo, investir de forma inteligente requer conhecimento, planejamento e uma análise cuidadosa das condições do mercado.

Para te ajudar nesse processo, confira 4 tipos de investimentos promissores!

1. Títulos do Tesouro Direto

O Tesouro Direto é um programa do governo brasileiro que permite a compra de títulos públicos federais por pessoas físicas. Opções como Tesouro Selic, Tesouro IPCA e Tesouro Prefixado atendem diferentes perfis de investidores, proporcionando proteção contra a inflação e estabilidade.

O Tesouro Direto “é considerado um investimento seguro, pois os títulos são emitidos pelo próprio governo. Além disso, possui baixo custo, liquidez no vencimento garantida pelo Tesouro Nacional e acessibilidade, uma vez que é possível começar a investir com valores pequenos”, explica o analista financeiro Valtair Justino.

2. Certificados de Depósito Bancário (CDBs)

Outra opção de investimento é o CDB, ou Certificado de Depósito Bancário, título de renda fixa emitido por bancos para a captação de recursos junto aos investidores. Dessa forma, o banco realiza a captação, e o investidor recebe uma taxa de retorno sobre o capital investido, que pode ser prefixada, pós-fixada ou híbrida. A instituição utiliza o CDB para obter crédito para suas operações, o que pode incluir concessão de empréstimos e outras atividades financeiras.

LCI e LCA são isentos de imposto de renda para pessoas físicas e são garantidos pelo Fundo Garantidor de Créditos Imagem: Ei Ywet | Shutterstock

3. Letras de Crédito Imobiliário (LCI) e Letras de Crédito do Agronegócio (LCA)

LCI e LCA são títulos de renda fixa emitidos por instituições financeiras com o objetivo de captar recursos para financiar, respectivamente, o setor imobiliário e o agronegócio. Eles são isentos de imposto de renda para pessoas físicas e são garantidos pelo Fundo Garantidor de Créditos (FGC).

4. Fundos Imobiliários (Flls)

Embora envolvam mais riscos do que os títulos públicos, os FIIs são uma maneira segura de investir em imóveis. Eles proporcionam rendimentos regulares por meio de aluguéis e têm potencial de valorização do capital. Contudo, diferentemente dos demais, é essencial entender bem o funcionamento desse tipo de investimento para não perder dinheiro.

“Da mesma forma que existem médicos bons e médicos ruins, também existem fundos imobiliários interessantes e outros não. Se os fundos bons podem te fazer ganhar muito dinheiro, os ruins podem trazer grandes prejuízos. Então escolha muito bem no que você vai investir”, detalha o analista financeiro Valtair Justino.





Fonte: Jovem Pan

Continue Lendo

Empreendedorismo

7 cuidados importantes para a entrevista de emprego

Prublicadas

sobre

Tempo de Leitura:2 Minuto, 39 Segundo


É importante estar preparado para a entrevista de emprego É importante estar preparado para a entrevista de emprego Imagem: G-Stock Studio | Shutterstock

Preparar-se adequadamente para uma entrevista de emprego é um dos passos mais importantes para aumentar as chances de sucesso. “Quanto mais preparados estamos, mais chances de conseguirmos a vaga que sonhamos. Não basta simplesmente se aplicar na vaga dentro da empresa, ou em outro local, se não houver planejamento, estudo e disciplina”, afirma Fernanda de Morais, especialista em Posicionamento de Autoridade. 

A seguir, a profissional compartilha sete dicas para se preparar para uma entrevista de emprego. Confira!

1. Estude a empresa

Conhecer missão, visão, valores, notícias na mídia e últimos resultados divulgados pela empresa demonstra um cuidado especial e interesse em fazer parte do time.

2. Estude a vaga

Responder perguntas como “o que se espera de um colaborador nessa posição?” e “quais são as habilidades técnicas e comportamentais necessárias?” ajuda a alinhar suas competências com as expectativas da empresa.

3. Crie uma lista de possíveis perguntas

Treinar respostas para perguntas comuns de entrevistas ajuda a aumentar a confiança na hora da entrevista.

4. Saiba apresentar sua história

Apresentar cases de sucesso e relacionar suas experiências pessoais e profissionais com a vaga mostra desenvoltura e capacidade de adaptação.

5. Vestimenta adequada

A escolha da roupa deve estar alinhada com a cultura da empresa. “Caso seja uma empresa mais casual, cuidado com os excessos como decotes e barba por fazer. Vestimenta com cores mais sóbrias são bem-vindas, pois correm menos chances de errar”, recomenda Fernanda.

Os gestos e postura corporal também contam no momento da entrevista Imagem: Dean Drobot | Shutterstock

6. Treine a linguagem não-verbal

Olhar, postura corporal, tom de voz e gestos são detalhes que fazem diferença. 

7. Chegue com antecedência

Não chegar cedo demais nem próximo do horário agendado mostra pontualidade e respeito pelo tempo do entrevistador.

Lidando com as dúvidas e o nervosismo

Além dessas dicas, Fernanda reforça a importância de fazer perguntas para o entrevistador no momento adequado. “Deixe para o final ou para o momento que o recrutador sinalizar que é a hora certa de trazer as dúvidas”, sugere ela. Perguntas sobre os próximos passos no processo seletivo são mais apropriadas nas primeiras fases da entrevista.

Para lidar com o nervosismo, a preparação é fundamental. A especialista destaca que exercícios de respiração também podem ajudar a melhorar a concentração e a desenvoltura. Caso haja pontos a serem melhorados, é importante mostrar que já está fazendo algo para saná-los. “Por exemplo, se o inglês é um ponto fraco e é importante para a vaga, cite que está fazendo um curso”, aconselha Fernanda, ressaltando que a honestidade é imprescindível.

Por Lais Fiocchi 





Fonte: Jovem Pan

Continue Lendo

Popular