Connect with us

Esportes

Brasileiro Feminino: Grêmio e América-MG ficam no 1 a 1 em jogo adiado

Prublicadas

sobre

Tempo de Leitura:1 Minuto, 5 Segundo


Em partida válida pela 10ª rodada da Série A1 do Campeonato Brasileiro de futebol feminino, Grêmio e América-MG empataram por 1 a 1, nesta terça-feira (11) no Sesc Campestre, em Porto Alegre. Este foi o primeiro jogo das Gurias Gremistas no Rio Grande do Sul após as fortes chuvas que atingiram o estado.

Com o empate a equipe mineira chegou aos 18 pontos, permanecendo na 8ª posição. Já o Grêmio subiu para a 9ª colocação da classificação após chegar aos 14 pontos.

As Gurias Gremistas abriram o placar aos 25 minutos do primeiro tempo com Cássia, após passe de Giovaninha. Porém, aos nove minutos da etapa final as Spartanas empataram, com gol em cobrança de pênalti de Gadu.

A 10ª rodada do Brasileiro Feminino, que está atrasada, ainda tem uma partida a ser disputada, entre Avaí/Kindermann e Internacional, programada para ter início às 15h (horário de Brasília) da próxima quinta-feira (13).





Fonte: Agência Brasil

Esportes

Seleção de rugby sevens conhece adversários do torneio olímpico

Prublicadas

sobre

Tempo de Leitura:1 Minuto, 4 Segundo


A seleção feminina de rugby sevens conheceu seus adversários na primeira fase do torneio da modalidade na próxima edição dos Jogos Olímpicos, que serão disputados em Paris (França). Um sorteio realizado em Mônaco no último domingo (23) definiu que as Yaras estarão no Grupo B da competição, ao lado de França, Estados Unidos e Japão.

A estreia da equipe do Brasil na competição já tem data e local definidos, dia 28 de julho no Stade de France, mas a equipe adversária e o horário ainda serão anunciados.

“Este grupo oferece algumas oportunidades interessantes. A primeira delas é enfrentar o time da casa, com o estádio lotado. Já os Estados Unidos e o Japão têm times fortes e com estilos de jogos diferentes. A partir de agora, poderemos fazer uma preparação mais específica, treinar de diversas formas e priorizar a mescla de força e velocidade. Estaremos preparados para todos os cenários possíveis”, declarou o técnico Will Broderick.

Na fase inicial do torneio olímpico de rugby sevens, o Brasil jogará duas vezes no dia 28 e encerra sua participação no dia seguinte. Com 12 seleções divididas em três grupos, os dois primeiros colocados de cada chave seguem para as quartas de final, assim como os dois melhores terceiros colocados.



Fonte: Agência Brasil

Continue Lendo

Esportes

Seleção rugby sevens conhece adversários do torneio olímpico

Prublicadas

sobre

Tempo de Leitura:1 Minuto, 4 Segundo


A seleção feminina de rugby sevens conheceu seus adversários na primeira fase do torneio da modalidade na próxima edição dos Jogos Olímpicos, que serão disputados em Paris (França). Um sorteio realizado em Mônaco no último domingo (23) definiu que as Yaras estarão no Grupo B da competição, ao lado de França, Estados Unidos e Japão.

A estreia da equipe do Brasil na competição já tem data e local definidos, dia 28 de julho no Stade de France, mas a equipe adversária e o horário ainda serão anunciados.

“Este grupo oferece algumas oportunidades interessantes. A primeira delas é enfrentar o time da casa, com o estádio lotado. Já os Estados Unidos e o Japão têm times fortes e com estilos de jogos diferentes. A partir de agora, poderemos fazer uma preparação mais específica, treinar de diversas formas e priorizar a mescla de força e velocidade. Estaremos preparados para todos os cenários possíveis”, declarou o técnico Will Broderick.

Na fase inicial do torneio olímpico de rugby sevens, o Brasil jogará duas vezes no dia 28 e encerra sua participação no dia seguinte. Com 12 seleções divididas em três grupos, os dois primeiros colocados de cada chave seguem para as quartas de final, assim como os dois melhores terceiros colocados.



Fonte: Agência Brasil

Continue Lendo

Esportes

Mariana D’Andrea é ouro na Copa do Mundo de halterofilismo paralímpico

Prublicadas

sobre

Tempo de Leitura:1 Minuto, 45 Segundo


A brasileira Mariana D’Andrea conquistou, nesta segunda-feira (14), o título da etapa de em Tbilisi (Geórgia) da Copa do Mundo de halterofilismo paralímpico na categoria até 73 quilos ao erguer 145 quilos, resultado com o qual estabeleceu um novo recorde das Américas. O recorde anterior, de 141 quilos, pertencia à própria paulista, e foi estabelecido na última edição dos Jogos Parapan-Americanos, em novembro de 2023 em Santiago (Chile).

O pódio foi completado pela chinesa Liye Liao, que ficou com a prata ao erguer 137 quilos na primeira de suas três tentativas, e pela turca Sibel Cam, bronze com 134 quilos.

“Estou muito feliz com este resultado, porque estamos perto dos Jogos de Paris. Faltam apenas 65 dias e o título me dá mais confiança para a principal competição do ano”, declarou Mariana D’Andrea.

A Copa do Mundo é o último torneio internacional dos halterofilistas brasileiros antes da próxima edição dos Jogos Paralímpicos, que serão disputados em Paris (França) a partir do dia 28 de agosto. Esta também é a última oportunidade para que os atletas assegurem sua participação no megaevento por meio do ranking específico para a competição na capital francesa.

Ouro no triatlo

Outra modalidade paralímpica na qual o Brasil brilhou foi no triatlo. No último sábado (22) o paranaense Ronan Cordeiro conquistou a medalha de ouro do World Series disputado em Swansea (País de Gales).

O atleta, que disputa provas da classe PTS5 (comprometimento físico-motor) completou sua prova em 59min18s. A medalha de prata ficou com o alemão Martin Schulz e o bronze com o canadense Stefan Daniel.





Fonte: Agência Brasil

Continue Lendo

Popular