Connect with us

Vídeos

6 dicas para escolher o tapete ideal para a sua casa

Prublicadas

sobre

Tempo de Leitura:5 Minuto, 13 Segundo


Veja como utilizar este item para deixar os ambientes mais bonitos e aconchegantes

O tapete pode deixar os ambientes mais aconchegantes O tapete pode deixar os ambientes mais aconchegantes Imagem: New Africa | Shutterstock

Belo, aconchegante e com diversas funções, o tapete é um item indispensável na decoração de qualquer casa. Além do conforto ao pisar, ele é um aliado na hora de delimitar ambientes e faz toda a diferença para o conforto térmico e acústico. Pensando nisso, as arquitetas Ieda e Carina Korman, à frente do escritório Korman Arquitetos, reuniram diversas dicas para ajudar na escolha do tapete correto para cada ambiente. Confira!

1. Escolha o tapete conforme a rotina da família

Segundo as arquitetas, os tapetes podem ser empregados em diversos ambientes, mas pedem por alguns cuidados. Eles podem ser neutros ou cheios de personalidade e devem ser escolhidos, costumeiramente, após a compra do mobiliário.

“Mas se o cliente já possuir uma peça que seja herança de família, por exemplo, o décor será feito pensado para ela”, explica Ieda Korman, que complementa: “um tapete deve ser escolhido de acordo com a rotina da família e com o ambiente que será colocado”.

Assim, uma casa com pet ou crianças, por exemplo, pede por uma peça mais resistente e fácil de limpar. Uma casa de praia, por outro lado, dispensa peças de lã ou mais peludas. “Nesse caso, o melhor é optar por fibras naturais, corda náutica ou algodão, por exemplo”, diz Ieda Korman.

2. Considere o tamanho do espaço

Para definir o melhor tamanho de um tapete, é necessário levar em conta os mobiliários no ambiente. “Em um living, o recomendável é que o tapete seja cerca de 15 ou 20 cm maior do que a área que delimita. Eles devem, ainda, se estender em 20 cm para dentro do sofá”, explica Carina Korman. As poltronas devem estar inteiramente sobre a área do tapete ou com, ao menos, metade de seu comprimento.

Em salas de jantar, por sua vez, Ieda e Carina Korman indicam que o tapete tenha ao menos 60 cm a mais do que o lado maior do tampo da mesa. “Assim, é garantido que, ao mover a cadeira, ela não se enroscará na peça”, explicam. Ainda assim, as medidas são variáveis de acordo com cada caso. “É importante se atentar e respeitar o desenho da peça, valorizando-a”, indica Ieda Korman.

Tapetes peludos são perfeitos para os quartos e home theaters Imagem: gamespirit | Shutterstock

3. Opte por tapetes que atendam às necessidades dos ambientes

Ambientes diferentes pedem por tapetes diferentes. De modo geral, espaços com muita movimentação devem receber peças de gramatura mais baixa, deixando os tapetes mais felpudos e robustos para os locais em que se passa mais tempo sentado, ou que pedem por aconchego. “Quartos e home theaters são perfeitos para os modelos peludos, mas cuidado com clientes que possuem alergia”, diz Ieda Korman.

“Amamos especificar tapetes que peguem toda a extensão da cama, mas, quando se trata de pessoas alérgicas, o melhor é optar por no máximo dois tapetes pequenos ao lado da cama, de fibra lavável”. Cozinhas dispensam tapetes, ao passo que banheiros podem receber peças pequenas à frente da bacia, pia e chuveiro, garantindo uma pisada confortável.

4. Combine a peça com o décor

Na hora de coordenar os tapetes com o décor, é possível pensar no padrão de estampas e cores em conjunto com as texturas e paletas do mobiliário. “Se o cliente já possui uma peça marcante ou optou por um desenho exclusivo e personalizado, o tapete será o ponto de partida. Mas, no geral, os tapetes são os últimos itens a serem definidos”, aponta Ieda Korman. Assim, é possível levar em conta a paleta de cores escolhida para todo o ambiente, buscando harmonia.

“Quando há o desejo por uma sobreposição de tapetes, que dão bossa aos projetos, o ideal é escolher uma peça mais neutra para a base, e ousar no tapete que vai por cima”, indica. Em alguns casos, os desenhos e padrões marcantes são como obras de arte no chão e funcionam como ponto de destaque. Para quem busca apenas o conforto da peça, as neutras são sempre as mais indicadas, sem risco de errar.

É importante que o tapete seja adequado ao clima da sua cidade Imagem: Followtheflow | Shutterstock

5. Escolha um tapete que se adapte ao clima da cidade

Escolher um tapete que se adapte ao clima é essencial para garantir conforto e funcionalidade na decoração da sua casa. Em regiões de clima frio, tapetes de materiais mais espessos, como lã, proporcionam uma camada extra de isolamento térmico, ajudando a manter o ambiente aquecido e aconchegante. Por outro lado, em áreas de clima quente, tapetes feitos de fibras naturais leves, como algodão, sisal ou juta, permitem uma melhor circulação de ar e evitam o acúmulo de calor, tornando o espaço mais agradável e fresco.

Além do conforto térmico, a escolha adequada do material pode influenciar na durabilidade e na manutenção, especialmente em ambientes com variações climáticas significativas. Tapetes que resistem à umidade são ideais para climas úmidos, enquanto materiais mais duráveis e fáceis de limpar são recomendados para áreas com alto tráfego e sujeitas a poeira ou sujeira.

6. Prefira materiais fáceis de limpar

Escolher tapetes fáceis de limpar é uma decisão prática e inteligente para qualquer ambiente doméstico. A facilidade de limpeza garante que ele mantenha uma aparência fresca e atrativa ao longo do tempo, mesmo em áreas de alto tráfego. Peças que são simples de limpar são ideais para famílias com crianças ou animais de estimação, pois são mais resistentes a manchas e sujeiras inevitáveis. Isso também reduz o tempo e o esforço dedicados à limpeza, permitindo que você aproveite mais o seu espaço sem preocupações constantes com a conservação.

Por Glaucia Ferreira e Redação EdiCase





Fonte: Edicase

Vídeos

5 mitos e verdades sobre cuidados com a região dos glúteos

Prublicadas

sobre

Tempo de Leitura:4 Minuto, 1 Segundo


Os cuidados com a região do glúteo ajudam a deixá-lo mais bonito Os cuidados com a região do glúteo ajudam a deixá-lo mais bonito Imagem: Dmitrii D | Shutterstock

A rotina de cuidados com a beleza e saúde dos glúteos, chamada de bumbum care, virou febre entre mulheres e homens. A atenção especial com essa parte do corpo é seguida até por famosos e influenciadores digitais, que perceberam a importância da região se manter saudável.

A prática é simples e consiste em investir tempo, produtos e tratamentos estéticos desenvolvidos para o bumbum, com o intuito de deixá-lo mais empinado, com melhor contorno e menos imperfeições e celulites.

“O glúteo não está livre da ação do tempo e do estilo de vida, assim como em todas as partes do corpo. Por isso, o bumbum care se tornou tão indispensável na rotina das pessoas, justamente porque tem relação com a autoconfiança e a autoestima, que interferem na saúde e no bem-estar como um todo”, salienta Natasha Ramos, farmacêutica com especialização em estética, que cuida do bumbum de diversos famosos do Brasil. 

Como tudo que é novo no mercado, dúvidas vêm surgindo em relação à eficácia e veracidade de algumas informações que vêm sendo discutidas. Pensando nisso, a expert, famosa pelo tratamento ROUND Glúteo, queridinho de famosas como Paolla Oliveira, Claudia Raia, Flávia Pavanelli, Virgínia Fonseca, Grazi Massafera, Gretchen e Bruna Marquezine, lista alguns mitos e verdades para te ajudar a se informar melhor sobre o cuidado do momento. Confira!

1. Tratamentos estéticos são a única forma de levantar o bumbum

Mito. Muitas pessoas já sabem que a realização de tratamentos estéticos e o uso de produtos de cuidados diários não são suficientes para manter a saúde da pele e do corpo. “Os cuidados diários precisam começar de dentro para fora. Uma dieta saudável, a realização de exercícios físicos e atitudes simples, como tomar água e manter uma rotina de sono regulada, são super necessários para um bumbum bonito”, explica Natasha Ramos.

2. A alimentação não tem ligação com a saúde dos glúteos

Mito. Mesmo com a realização de tratamentos estéticos, a alimentação é de suma importância para manter e potencializar o resultado feito em cabine. “Aposte em alimentos anti-inflamatórios, que ajudam a manter a pele da região lisa e com menos imperfeições. Alimentos gordurosos fazem com que as glândulas sebáceas das nádegas produzam mais sebo, resultando em foliculite, acne, além de afetarem o colágeno, que mantém o bumbum empinado”, aponta a especialista.

3. Existem alguns tipos de roupas que ajudam a manter o bumbum empinado e saudável

Verdade. Atualmente, o mercado de vestuário oferece roupas com tecnologias inteligentes, que ajudam a manter o formato e a circulação da região, ajudando a evitar foliculite, acne e a perda do formato do bumbum. “É uma área que, apesar de não estar sempre exposta, vive em contato com impurezas, suor e em atrito direto com tecidos por muito tempo, principalmente no inverno. A escolha de roupas certas e especializadas auxiliam nos resultados de tratamentos estéticos e da rotina de cuidados”, aponta Natasha Ramos.

Ficar muito tempo sentado altera o formato dos glúteos Imagem: Prostock-studio | Shutterstock

4. Ficar muito tempo sentada afeta o formato do glúteo

Verdade. Todo o peso da parte superior do corpo fica concentrado na região, que também recebe atrito conforme a pessoa se move no assento. A soma das duas situações com o tempo sentado modela o bumbum e muda o seu formato que, ao invés de empinado, passa a ser quadrado. “Além de afetarem o formato do glúteo, as características geram a ‘Síndrome da Bunda Morta’, dor na região gerada pelo tempo excessivo no assento e na mesma posição. Tudo consequência da falta de exercícios e preparo muscular a área”, explica a especialista.

5. Somente o uso de produtos tópicos ajudam a acabar com celulites e estrias

Mito. As celulites e estrias são características que se encontram dentro das camadas da pele. Sendo assim, os produtos tópicos – que são apenas utilizados na parte externa da região – não apresentam eficácia total na extinção dessas imperfeições.

“Elas precisam de um cuidado mais profundo, feito por meio de tratamentos estéticos especializados, como o ROUND Glúteo. Entretanto, o uso de produtos de beleza é indispensável para manter e potencializar o resultado, além de cuidar de outras características que a pessoa pode não gostar”, finaliza Natasha Ramos.

Por Geovanna Portante





Fonte: Edicase

Continue Lendo

Vídeos

Cayo Coco: veja o que visitar no paraíso tropical de Cuba

Prublicadas

sobre

Tempo de Leitura:2 Minuto, 2 Segundo


Conheça pontos turísticos incríveis que você não pode deixar de visitar na ilha

Cayo Coco tem algumas das mais belas praias do mundo Cayo Coco tem algumas das mais belas praias do mundo Imagem: DTS Producciones | Shutterstock)

Localizada no norte de Cuba, Cayo Coco é um paraíso tropical. Playa Flamingo é uma das praias mais deslumbrantes e populares da cidade, conhecida por suas águas rasas e calmas, perfeitas para nadar e relaxar. Situada na costa nordeste da ilha, recebe o nome devido à presença ocasional de flamingos-rosados que visitam suas águas rasas em busca de comida.

Parque Natural El Baga e Delfinario de Cayo Coco

O Parque Natural El Baga oferece a oportunidade de explorar a flora e a fauna únicas da região. Faça caminhadas pela vegetação exuberante, observe aves migratórias e descubra a diversidade da vida selvagem neste santuário natural. Já para uma experiência memorável, visite o Delfinario de Cayo Coco, onde você pode nadar com golfinhos em um ambiente seguro e controlado. Interaja com esses magníficos animais marinhos e desfrute de espetáculos emocionantes.

Excursão de catamarã

É possível explorar os arredores de Cayo Coco em uma emocionante excursão de catamarã. Navegue pelas águas cintilantes, faça paradas para nadar e mergulhar, e desfrute de um delicioso almoço a bordo enquanto admira as vistas deslumbrantes da costa cubana. A região é repleta de outros Cayos famosos.

Ilha de Cayo Guillermo tem praias intocadas e paisagens naturais que oferecem um refúgio tranquilo e longe das multidões Imagem: Beca Gonzalez | Shutterstock

Ilha de Cayo Guillermo e Santa Maria

A apenas uma curta viagem de barco, Cayo Guillermo é outra ilha deslumbrante que vale a pena explorar. Suas praias intocadas e paisagens naturais oferecem um refúgio tranquilo longe das multidões. Já Cayo Santa Maria é uma pequena ilha de 16 quilômetros de comprimento por dois de largura, ainda pouco frequentada por turistas, mas com um cenário natural incrível, uma excelente infraestrutura turística e belíssimas praias, como Perla Blanca, Periquillo e Santa Maria.





Fonte: Edicase

Continue Lendo

Vídeos

5 filmes imperdíveis que estreiam no cinema em julho

Prublicadas

sobre

Tempo de Leitura:4 Minuto, 23 Segundo


Julho traz lançamentos imperdíveis que prometem muita ação, humor e emoção nas telonas Julho traz lançamentos imperdíveis que prometem muita ação, humor e emoção nas telonas Imagem: Reprodução Digital | Universal Pictures

Julho chega com lançamentos cinematográficos muito aguardados que prometem capturar a imaginação do público. Em “Meu Malvado Favorito 4”, Gru, seus adoráveis minions e sua família voltam para novas aventuras repletas de humor e travessuras. Enquanto isso, “Deadpool & Wolverine” traz uma colaboração explosiva entre os anti-heróis Wade Wilson e Wolverine, prometendo uma mistura única de ação, humor afiado e dinâmica cativante.

Confira, a seguir, mais informações sobre esses e outros lançamentos de julho nos cinemas!

1. Meu Malvado Favorito 4 (04/07)

Em “Meu Malvado Favorito 4”, Gru, os minions e sua família embarcam em novas travessuras hilárias e emocionantes Imagem: Reprodução Digital | Universal Pictures

Nesta sequência emocionante, o vilão mais amado do planeta retorna. Gru, Lucy, Margo, Edith e Agnes dão as boas-vindas a um novo membro da família: Gru Jr., que promete atormentar seu pai de maneiras inesperadas. Enquanto se adapta à vida com o pequeno, o protagonista enfrenta um novo e perigoso inimigo, Maxime Le Mal. A situação se complica quando o vilão ameaça a segurança de todos, forçando a esposa de Gru, Valentina, e a família a fugir para evitar o perigo iminente. Entre risadas e aventuras, a família deve encontrar uma maneira de derrotar o vilão e restaurar a paz.

2. Como Vender a Lua (11/07)

“Como Vender a Lua” acompanha uma especialista em marketing que é desafiada a encenar um pouso na Lua para inspirar a nação Imagem: Reprodução Digital | Columbia Pictures

A especialista em marketing Kelly Jones (Scarlett Johansson) é contratada para melhorar a imagem pública da NASA, mas acaba causando confusão no delicado trabalho do diretor de lançamento da Apollo 11, Cole Davis (Channing Tatum). Quando a Casa Branca decide que a missão é crucial demais para falhar, a protagonista recebe ordens de encenar um falso pouso na Lua.

Com a contagem regressiva em andamento, Jones e Davis enfrentam uma pressão imensa para tornar a farsa convincente o suficiente para inspirar toda a nação. Com desafios técnicos e éticos surgindo, eles são forçados a reavaliar suas convicções sobre moralidade e patriotismo. Revelações surpreendentes ameaçam expor o plano audacioso, colocando a dupla diante de escolhas que podem mudar o curso da história e de suas próprias vidas para sempre.

3. Tuesday – O Último Abraço (18/07)

Em “Tuesday – O Último Abraço”, uma mãe e sua filha adolescente confrontam a morte personificada Imagem: Reprodução Digital | A24

Dirigido e roteirizado pela estreante Daina O. Pusić, o filme é uma comovente fantasia dramática que narra a jornada emocionalmente desafiadora de uma mãe (Julia Louis-Dreyfus) e sua filha adolescente (Lola Petticrew) ao confrontarem a própria Morte, personificada por um surpreendente pássaro falante. Em meio a essa experiência única e sensível, o filme explora a busca por resiliência diante do inesperado, mergulhando profundamente nos laços familiares e na aceitação das circunstâncias que não podemos controlar.

4. Deadpool & Wolverine (25/07)

Em “Deadpool & Wolverine”, Wade Wilson e Wolverine unem forças em uma aventura explosiva repleta de ação e humor Imagem: Reprodução digital | Marvel Studios e 20th Century Studios

O filme reúne dois dos mais icônicos anti-heróis do universo Marvel: o mercenário tagarela Wade Wilson (Ryan Reynolds) e o poderoso mutante Wolverine (Hugh Jackman). Escrita e produzida pelos mesmos talentos por trás de “Deadpool” (2016) e “Deadpool 2” (2018), a história se desenrola enquanto Wade Wilson desfruta de um breve momento de calma ao lado de Vanessa (Morena Baccarin) e seus amigos, ao passo que Wolverine se recupera de seus próprios desafios.

Os destinos dos dois se entrelaçam de forma inesperada, dando início a uma improvável aliança quando eles se veem enfrentando um inimigo em comum. Juntos, embarcam em uma jornada repleta de ação, humor afiado e reviravoltas surpreendentes.

5. O Sequestro do Papa (29/07)

Baseado em uma história real, “O Sequestro do Papa” narra a luta de uma família contra as forças do papado e da unificação italiana Imagem: Reprodução Digital | Ad Vitam Distribution

O drama histórico relata a história de Edgardo Mortara (Enea Sala), um jovem judeu em Bolonha, Itália, em 1858. Após ser secretamente batizado, ele é separado à força de sua família para ser criado como católico. O filme segue a luta angustiante de seus pais para libertá-lo, uma batalha que se torna um conflito político entre o papado e as forças democráticas e de unificação italiana.

No centro deste drama épico, está a dolorosa jornada dos pais de Edgardo, que enfrentam obstáculos insuperáveis em uma busca desesperada para recuperar o filho. Ambientado contra o pano de fundo de uma Itália em transformação, o filme aborda temas de fé, família e os conflitos entre tradição e modernidade.





Fonte: Edicase

Continue Lendo

Popular